segunda-feira, 3 de outubro de 2016

CENTOS, O DEBIAN DO MUNDO RPM?

Essa é uma questão que cheguei a comentar inclusive com o Renato do canal do Youtube FastOS e com o Gabriel do canal Toca do Tux. Apenas para frisar, não estou falando que se tratam de sistemas iguais, ou semelhantes, apenas enxergo o mundo Linux, como tendo algumas vertentes, dentre elas estão duas que irei mencionar, as distribuições que utilizam os pacotes .deb e as que utilizam pacotes rpm. E é claro que ocorrem comparações dentre ambos os lados. Por exemplo, o Diontan do blog DioLinux, fez uma matéria excelente a pouco tempo atrás(que está nesse link) mencionando 3 distros que seriam excelentes para usuários recém chegados no Linux, e nessa matéria, ele faz uma menção, na qual eu já havia visto em outros lugares, que o Fedora está para o Ubuntu, assim como o Linux Mint está para o Korona, comparando a facilidade de uso de cada uma. E não só concordo plenamente com a análise dele(e você querido leitor é livre para discordar inclusive da minha) como irei mais além, assim como o Fedora está para o Ubuntu e o Korona está para Mint, o CentOS está para o Debian.

Heresia? Não se analisarmos com calma. Pelas informações que encontramos em diversos blogs e comunidades Linux, um usuário normalmente busca o Debian para utilizar como servidor, e se este decide utilizá-lo em seu desktop, geralmente é pela estabilidade e alta gama de programas que este possui. Por ter seus pacotes, testados e retestados com trabalho árduo, até serem liberados ao público, isso deixa o sistema quase imune a bugs. Até esse ponto alguma dúvida? Se não, podemos dizer o mesmo do CentOS. Isso mesmo, o CentOS é construído em cima(compilado) de uma versão do Red Hat, que por sua vez é baseado em versões anteriores do Fedora, que já foi testada anteriormente pelo público. Por exemplo, atualmente estamos na versão 24 do Fedora, já as portas com a 25, nesse ponto a versão 24, está se tornando mais estável, e terá suporte por mais 07 meses, que vai perdurar a até um mês após o lançamento da versão 26, totalizando 13 meses. Por ser feito tendo como base o Red Hat, o CentOS herda a sua estabilidade.

Se já não bastasse essa estabilidade, ainda temos um tempo de suporte de invejar a muitos, sendo de 10 anos assim como o Red Hat, e possuindo uma nova versão lançada a cada 2 anos.

Então posso dizer que em termos de estabilidade, usabilidade para servidor, e tempo de suporte, o Debian está para os usuários de distros deb, assim como o CentOS está para os usuários das distros rpm.

Portanto querido leitor, se você usa o Fedora, e quer uma estabilidade maior, você pode instalar o CentOS, que está na sua versão 7, e possui toda a facilidade de instalação que o Fedora, inclusive a opção de qual interface gráfica instalar(Assim como os usuários de Ubuntu muitas vezes recorrem ao Debian). Sem contar que ao usar o CentOS, você tem uma experiência idêntica a de usar o Red Hat.

Espero que gostem desta matéria, deixem seus comentários,  se houverem debates que sejam saudáveis, pois cada um é livre para concordar ou discordar dessa visão.


DRIVES NVIDEA NO FEDORA

3 comentários:
Write comentários
  1. Muito bom encontrar conteúdo sobre distros RPM. Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, procuramos dar suporte ao mundo rpm e principalmente ao Fedora.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom cara eu tô estudando as distribuições rhel pois é bastante usada no meu estado e oque você falou eu tenho de concordar

    ResponderExcluir

Acompanhe o Canal RikerLinux No Youtube

INSTALANDO IMPRESSORA BROTHER NO LINUX

CANAIS SOBRE LINUX QUE MAIS ASSISTO

Translate

Recent