RECENTES

DESTAQUES

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Segundo Mark Shuttleworth, compra da Red Hat pela IBM pode alavancar o Ubuntu


O CEO e fundador da Canonical, empresa que mantém o sistema de Kernel Linux Ubuntu, se pronunciou na ultima semana sobre a venda da Hat Red para a IBM.

Para quem não acompanhou nessa matéria aqui no blog, a IBM adquiriu a Red Hat na ultima semana por 34 bilhões de dólares, o que pode abrir caminho para a Canonical, sua grande concorrente em diversos serviços como por exemplo Cloud e IoT.

Mark Shuttleworth saudou a importância da Red Hat no papel que desempenhou quanto ao enquadramento do código aberto como um substituto familiar para o UNIX tradicional, porém argumentou que o mundo seguiu em frente. E que apenas substituir o UNIX não é mais o suficiente. Ressaltou inclusive que o contraste do crescimento do Linux e o declínio no crescimento do RHEL, é um forte indicador de mercado da próxima onda do código aberto. 

Prosseguiu dizendo que as cargas de trabalho de nuvem pública e contêiner têm evitado amplamente o RHEL. Salientou um movimento rápido dos desenvolvedores das startups que abraçam o open source e acreditam que segurança e velocidade são melhor resolvidas juntas, se voltando rapidamente para o Ubuntu.

Segundo Shuttleworth, nos últimos dois anos, diversos clientes da Red Hat têm procurado o Ubuntu para criar infraestrutura e soluções de código aberto mais eficientes e enxutas para novas iniciativas importantes.

Abaixo segue a tradução da matéria, e logo depois o link da matéria em inglês caso queira ler.

"Nos últimos dois anos, muitos clientes proeminentes da Red Hat selecionaram o Ubuntu e contrataram a Canonical para criar uma infraestrutura e soluções de código aberto mais eficientes e enxutas para novas iniciativas importantes. Entre eles, contamos com os principais bancos, empresas de telecomunicações, governos, universidades, companhias aéreas, seguradoras, gigantes da tecnologia e conglomerados de mídia. Vários têm falado publicamente e com crescente confiança, de seu sucesso no Ubuntu. 

Fontes públicas de dados sobre tendências do Linux mostram essa mudança claramente. Do Kubernetes à nuvem pública, do OpenStack ao machine learning e IA, do extremo da IoT às operações de nuvem de ponta e data center, o ímpeto do Ubuntu na empresa se acelerou à medida que as empresas liberaram seus desenvolvedores para competir no cenário digital. 

A aquisição da Red Hat pela IBM é um momento significativo na progressão do código aberto para o mainstream. Saudamos a Red Hat pelo papel que desempenhou no enquadramento do código aberto como um substituto familiar para o UNIX tradicional em termos de "Wintel". Nesse sentido, o RHEL foi um passo crucial no movimento de código aberto. 

No entanto, o mundo seguiu em frente. Substituir o UNIX não é mais suficiente. O declínio no crescimento do RHEL, contrastado com a aceleração no Linux, é um forte indicador de mercado da próxima onda de código aberto. Cargas de trabalho de nuvem pública têm evitado amplamente o RHEL, cargas de trabalho de contêiner ainda mais. Levando a um movimento rápido dos desenvolvedores que abraçam o open source das maiores empresas do mundo, as que acreditam que segurança e velocidade são melhor resolvidas juntas, a um rápido movimento das startups para o Ubuntu. 

Agradecemos a confiança que essas empresas demonstraram no Ubuntu e na Canonical e o engajamento que temos com a comunidade que surgiu em torno de nós. Sentimos a responsabilidade que temos para entregar o trabalho de muitos colaboradores de código aberto - de forma limpa e eficiente - a um mercado em crescimento. Estamos determinados que o Ubuntu é considerado o veículo mais seguro, mais econômico e mais fiel do mundo para iniciativas de código aberto. Esperamos ajudá-los a entregar a inovação da qual depende seu crescimento futuro. Vamos levar o código aberto para o próximo nível."


Fonte:


Nenhum comentário:
Write comentários

Acompanhe o Canal RikerLinux No Youtube

HISTÓRIA DO GNOME SHELL

ADOÇÃO DE LINUX PELA PREFEITURA DE MUNIQUE NA ALEMANHA

MAIS ANTIGAS

Translate

Recent