RECENTES

DESTAQUES

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Ultimas novidades sobre a distribuição Linux Fedora


Através dessa matéria venho abordar e tentar englobar as ultimas novidades sobre a distribuição Linux Fedora, pois o ano de 2018 terminou com algumas notícias prometendo grandes mudanças nesse sistema Linux, desde a venda da Red Hat para a IBM, pois a Red Hat é uma grande investidora e fomentadora do Fedora, até na possibilidade de não lançamento do Fedora 31. Vamos as principais novidades.

Fedora Deepin

Mal começamos o ano de 2019 e já temos o anúncio da disponibilidade da interface DDE do sistema chinês Deepin para a distro azul. Tal interface já estava disponível na versão Rawhide do Fedora 30 e agora se tornou oficial, o suporte para a próxima versão, na qual você pode instalar com os comandos abaixo:

sudo dnf update

sudo dnf install deepin-desktop


sudo dnf install deepin-calendar deepin-calculator deepin-editor deepin-image-viewer deepin-picker deepin-screenshot deepin-system-monitor

Vamos ver se o Fedora com interface DDE cai no gosto dos usuários, e se ele traz as novidades que foram lançadas na versão 15.9 do Deepin, que adicionou suporte a gestos touchscreen na tela.

Nova Logo

A logo do Fedora vêm evoluindo durante anos, desde o Fedora Core até as versões atuais, dessa distribuição Linux que derivou de um repositório do RHeL.

Algumas propostas foram expostas pelo designer Máirín Duffy da Red Hat/Fedora, e essas mudanças já podem acompanhar a versão 30 do sistema, que pode ser uma versão mais longa do que de costume devido a mudanças no projeto. Como foi dito pelos designers se trata de uma proposta que é mais evolucionária do que revolucionária.

E você pode conferir nas imagens baixo.

Imagem 1:



Imagem 2:





E você pode ajudar na escolha ou dar algum palpite sobre a nova logo do Fedora na página do Blog de Máirín Duffy.


Fedora 30, o que esperar?

O Gnome 3.32 pode estar incluso no Fedora 30, essa versão do Gnome está sendo aguardada pela promessa de grandes aprimoramentos do Wayland. Além de uma grande melhoria do Firefox que teria seu pacote construído com o Clang ao invés do GCC, por decisão dos desenvolvedores do Fedora, para acompanhar a mudança da Mozilla do GCC para o LLVM Clang. Contudo voltaram atrás e consequentemente lucraram com as pesquisas dos desenvolvedores da SUSE e Red Hat do GCC, que encontraram e corrigiram alguns bugs melhorando a construção do Firefox com o compilador GNU. 


Fedora 31 pode não existir?

Em busca de uma restruturação do projeto, passando desde a maior credibilidade dos testes automatizados, até na maior segurança, o Fedora na versão 30 deve se manter por um tempo maior ativo,  atrasando ou talvez fazendo o sistema pular a versão 31. Essa restruturação também visa  torna-lo mais confiável, reduzindo inclusive os esforços para produção do sistema.
Fonte:

Aqui, Aqui e Aqui





Nenhum comentário:
Write comentários

Acompanhe o Canal RikerLinux No Youtube

HISTÓRIA DO GNOME SHELL

ADOÇÃO DE LINUX PELA PREFEITURA DE MUNIQUE NA ALEMANHA

MAIS ANTIGAS

Translate

Recent